Instalando Zabbix em Raspberry Pi

O que é o Raspberry Pi?

O Raspberry Pi é um computador do tamanho de um cartão de crédito que se conecta à sua TV e um teclado. É um PC que pode ser usado para muitas das coisas que o seu PC faz, como planilhas cálculo, processamento de texto, jogos e servidores diversos. Ele também reproduz vídeo de alta definição.

Com essa diversidade de opções, uma está sendo útil para mim. Atuando como Proxy do Zabbix server (maiores informações do que é o Zabbix proxy aqui), quando fui realizar a instalação achei um artigo bem interessante do Adail Spinola com um passo a passo da instalação do Zabbix em um dispositivo Raspberry Pi e resolvi replica-lo aqui.

Link para o artigo original: http://spinola.net.br/blog/?p=405

O Raspberry suporta por padrão algumas distribuições linux como Debian, Arch Linus e Risc OS. Para este post a distribuição de linux escolhida foi o Debian disponível na página oficial do fornecedor do hardware (clique aqui).

Este tutorial começa após a instalação normal dele, então se precisas de informações sobre como instalar o sistema operacional do raspberry consulte a na página de download existem informações a respeito de como criar a imagem, pois não iremos repetir tais informações para não fugir ao tema.

O primeiro passo, no raspberry ou em qualquer instalação de servidor ao meu ver, é garantir que todos os pacotes básicos estejam devidamente atualizados.

apt-get update;
apt-get upgrade;

Na sequência vamos instalar os pacotes básicos para possibilitar a compilação e a gerência do dispositivo. Enquanto o comando abaixo estiver sendo executado aproveite para buscar um café ou ler outros artigos aqui do blog pois devido às características do hardware o comando abaixo irá gastar facilmente uns 10 minutos.

apt-get -y install build-essential snmp libiksemel-dev libcurl4-gnutls-dev vim libssh2-1-dev libssh2-1 libopenipmi-dev libsnmp-dev wget curl fping snmp-mibs-downloader libldap2-dev libldap2-dev iotop ntp libsqlite3-dev sqlite3 fping

Crie o usuário do Zabbix.

useradd zabbix -s /bin/false

Agora vamos efetuar o download do source do Zabbix (sim… sempre gosto de instalar a partir dos sources, existem repositórios mas prefiro os sources… velha guarda… ) e descompactar os arquivos.

mkdir /install
cd /install
VERSAO="2.0.6"
rm *.tgz
wget http://downloads.sourceforge.net/project/zabbix/ZABBIX%20Latest%20Stable/$VERSAO/zabbix-$VERSAO.tar.gz?r=http%3A%2F%2Fwww.zabbix.com%2Fdownload.php&ts=1346344892&use_mirror=ufpr -O zabbix.tgz;
mv *.php zabbix.tgz
tar -xzvf zabbix.tgz
cd zabbix-$VERSAO

Dependendo de quando você estiver vendo este artigo poderá já existir nova versão do Zabbix disponível então altere o conteúdo da variável VERSAO para refletir a versão que você desejar.

Compile e instale o Zabbix.

./configure --enable-proxy --enable-agent --with-sqlite3 --with-net-snmp --with-libcurl --with-openipmi
make install

O Zabbix-Proxy irá rodar com SQLite, por qual motivo ? Ele é leve e tem baixíssimo custo de IO e o seu raspberry tem um cartão SD que irá rapidamente falhar se você usar algum outro banco com mais recursos e maior consumo de IO. Crie agora o banco de dados e altere o permissionamento para que o usuário Zabbix tenha controle dos arquivos:

cd database/sqlite3
mkdir /var/lib/sqlite/
sqlite3 /var/lib/sqlite/zabbix.db < schema.sql;
sqlite3 /var/lib/sqlite/zabbix.db < images.sql;
sqlite3 /var/lib/sqlite/zabbix.db < data.sql;
chown -R zabbix:zabbix /var/lib/sqlite/

Neste momento temos os binários do Zabbix e a base de dados criados. Vamos configurar o proxy.

Copie o arquivo conf/zabbix_proxy.conf localizado dentro do diretório do código fonte do Zabbix para /usr/local/etc/zabbix_proxy.conf

cp conf/zabbix_proxy.conf /usr/local/etc/zabbix_proxy.conf

Crie os diretórios para log e execução do zabbix

mkdir /opt/zabbix
mkdir /opt/zabbix/log
mkdir /opt/zabbix/run
chown zabbix. /opt/zabbix/log -R
chown zabbix. /opt/zabbix/run -R
ln -s /opt/zabbix/log /var/log/zabbix
chown -R zabbix:zabbix /var/lib/sqlite/

Altere as configurações do proxy no arquivo /usr/local/etc/zabbix_proxy.conf conforme exemplo abaixo. Trocando apenas <IP_SERVIDOR_ZABBIX> pelo respectivo IP.

ProxyMode=0
Server=<IP_SERVIDOR_ZABBIX>
Hostname=<Nome_do_proxy>
DBName=/var/lib/sqlite/zabbix.db
DBUser=zabbix
LogFile=/opt/zabbix/log/zabbix_proxy.log
PidFile=/opt/zabbix/run/zabbix_proxy.pid
ConfigFrequency=120

Verifique o local de instalação do fping, este local de instalação deverá ser colocado no arquivo de configuração, no meu ambiente o local é /usr/bin/fping

whereis fping

Altere o arquivo  /usr/local/etc/zabbix_proxy.conf com este caminho conforme exemplo abaixo

FpingLocation=/usr/sbin/fping

Altere as configurações do agente no arquivo /usr/local/etc/zabbix_agentd.conf conforme exemplo abaixo.

PidFile=/opt/zabbix/run/zabbix_agentd.pid
LogFile=/opt/zabbix/log/zabbix_agentd.log
LogFileSize=10
Server=127.0.0.1
DebugLevel=3
StartAgents=4
Hostname=nomedamaquina

Agora precisamos copiar e configurar os arquivos de inicialização do Zabbix. Algumas linhas especiais deverão ser adicionadas no início dos scripts de inicialização para adequa-los ao padrão do raspberry.

cp -v misc/init.d/debian/zabbix-* /etc/init.d/
mv /etc/init.d/zabbix-server /etc/init.d/zabbix-proxy

Edite o arquivo /etc/init.d/zabbix-proxy e adicione as linhas abaixo a partir na linha de número 6.

### BEGIN INIT INFO
# Provides: zabbix_proxy
# Required-Start: $all
# Required-Stop:
# Default-Start: 2 3 4 5
# Default-Stop: 0 1 6
# Short-Description: Zabbix proxy
# Description: Zabbix proxy daemon
### END INIT INFO

Altere as linhas seguintes conforme o exemplo

NAME=zabbix_proxy
DAEMON=/usr/local/sbin/${NAME}
DESC="Zabbix proxy daemon"
PID=/tmp/$NAME.pid

O mesmo procedimento deverá ser executado contra o arquivo /etc/init.d/zabbix-agent.

### BEGIN INIT INFO
# Provides: zabbix_agent
# Required-Start: $all
# Required-Stop:
# Default-Start: 2 3 4 5
# Default-Stop: 0 1 6
# Short-Description: Zabbix agent
# Description: Zabbix agent daemon
### END INIT INFO

Configure o sistema operacional para possibilitar a carga automática do Proxy e do agente.

update-rc.d -f zabbix-proxy defaults
update-rc.d -f zabbix-agent defaults

Pronto, seu raspberypi está apto a funcionar como um proxy do Zabbix.

Aumentando a vida útil do cartão de memória

Como os cartões de memória tem uma quantidade máxima de gravações por setor, para aumentar sua vida útil é necessário reduzir ao máximo a quantidade de gravações realizadas. Por padrão há uma série de operações que o linux realiza de gravação no disco como journal do ext3 e ext4, memória swap e para o objetivo deste post os arquivos de log e banco de dados do sqlite.

Desta forma os passos a seguir não são obrigatórios porém objetivam aumentar a vida útil do cartão de memória. Sem eles os meus cartões duraram em média 2 semanas de utilização, após estas alterações não tive mais problemas (até o momento 14/08/2013 já se passaram 2 meses dessas configurações).

Com as configurações abaixo será desabilitado a memória swap do sistema, bem como montado alguns diretórios como o /var/log, /var/tmp e os diretórios de log e da base de dados do zabbix (/opt/zabbix e /var/lib/sqlite).

Desabilite e desinstale o sistema de memória swap.

swapoff --all
apt-get remove dphys-swapfile

Edite o arquivo /etc/rc.local e adicione as linhas abaixo antes da linha com o conteúdo “exit 0”

swapoff --all
mkdir /opt/zabbix/log
mkdir /opt/zabbix/run
chown zabbix. /opt/zabbix/log -R
chown zabbix. /opt/zabbix/run -R
ln -s /opt/zabbix/log /var/log/zabbix
chown -R zabbix:zabbix /var/lib/sqlite/

Edite o arquivo /etc/fstab e adicione as seguintes linhas

tmpfs /var/tmp tmpfs nodev,nosuid,size=50M 0 0
tmpfs /var/log tmpfs nodev,nosuid,size=50M 0 0
tmpfs /opt/zabbix tmpfs nodev,nosuid,size=5M 0 0
tmpfs /var/lib/sqlite/ tmpfs nodev,nosuid,size=50M 0 0

Faça o reboot de seu equipamento e verifique as as partições foram montadas conforme esperado com o comando  df -h. Se tudo estiver correto sua tabela de partições estará similar a esta abaixo
ssh

Para aumentar mais ainda a vida útil do sdcard e recomendável  desabilitar o journal do ext4, para isso se faz necessário montar o sdcard em uma maquina linux e realizar os procedimentos abaixo.

Primeiramente identifique o device que esta o seu sdcard com o comando dmesg | grep sd, no meu caso montou em /dev/sdb.

Agora execute os comandos abaixo

tune2fs -O ^has_journal /dev/sdb2
e2fsck -f /dev/sdb2

Para verificar se o journal foi desabilitado, após iniciar o raspberry, execute o comando tune2fs -l /dev/mmcblk0p2 | grep features, e não deve aparecer o has_journal

Helvio Junior

Helvio Junior

Gerente de Infraestrutura de TI e Telecomunicações em Fael, uma empresa do grupo Apollo Global
Especialista em redes e segurança de sistemas pela PUC-PR, consultor de redes e segurança da informação. CEO e CTO da SafeTrend, com um produto de single sign-on e gestão de identidades e acessos. Especialista em Segurança da Informação, Controle de Acesso, ambientes e ferramentas de segurança, telefonia VoIP com Asterisk, administração de redes em ambientes híbridos e realização de penetration test (pentest).
Helvio Junior

Últimos posts por Helvio Junior (exibir todos)

6 respostas
  1. Carlos Anichela
    Carlos Anichela says:

    Eu tenho uma Orange PI PC Plus.
    Sabe se da para instalar o Zabbix na Orange PI?
    Já tentei de3 várias formas e não estou conseguindo.
    Se puder dar uma força eu agradeço

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *